terça-feira, 22 de julho de 2014

Resenha: Maybe Someday, Colleen Hoover

Provavelmente não vou ter tempo de postar hoje, então, passei aqui bem rápido aqui para deixar a resenha de um livro, que vocês podem encontrar no Vitamina de Pimenta ( já disse que não quero ficar postando a mesma coisa em lugares diferentes?). Aproveitem e para as dúvidas, nunca coloco spoiler  :)
 
Aos vinte e dois anos de idade, Sydney tem uma grande vida: Ela está na faculdade, trabalhando em um emprego estável, apaixonada pelo seu maravilhoso namorado, Hunter, e dividindo o quarto com sua melhor amiga, Tori. Mas tudo muda quando ela descobre sobre o que Hunter fez para ela - e ela fica tentando decidir o que fazer a seguir.
Sydney torna-se cativada pelo Ridge, seu misterioso vizinho. Ela não pode tirar os olhos dele ou parar de ouvir a forma apaixonada que ele toca seu violão todas as noites fora de sua varanda. E há algo sobre Sydney que não se pode ignorar, também. Quando o encontro inevitável acontece, eles logo vão encontrar-se sendo a necessidade um do outro
em mais de um sentido ... .
* Tentei traduzir da melhor forma possível.

Páginas: 370
Editora: Atria Books
Autor: Colleen Hoover
 
Minha primeira resenha de um livro em inglês, então, vou tentar fazer de uma forma confortável para todos, ok? Me avisem nos comentários, caso prefiram de outra forma ( tudo traduzido, no idioma original etc ). Chega de enrolação e vamos lá?
 
Desde que eu li o primeiro livro da Colleen Hoover (autora de Métrica, Pausa e Um Caso Perdido), uma vez que provavelmente foi o meu primeiro contato com o gênero new adult,  já se tornou uma das minhas favoritas. A questão é que a autora consegue transformar os seus livros, propriamente para essa fase que é a transição para o mundo adulto, e ao mesmo tempo ser jovem ainda. O melhor ainda é que os personagens estão entre a fase de 17 aos 23 anos e em alguns casos, estão na escola ainda. Ao focar em traumas e desafios dessa faixa etária, digo com todo o respeito, Colleen é a prova de que sabe o que faz e para que público escreve, ao contrário de muitos escritores por aí que diz que escreve para os jovens adultos com conteúdo nada haver.

         O livro de hoje será Maybe Someday ou "Algum Dia Talvez" no nosso idioma rss.

“Sometimes in life, we need a few bad days in order to keep the good ones in perspective.”
*As vezes na vida, nós precisamos de um pouco de dias ruins para manter os bons em perspectiva.

Sydney está em uma fase da sua vida onde tudo está no seu lugar, não perfeito, mas no lugar certo. Algo parece faltar. Um desses momentos é se sentar na varanda com o intuito de resolver as lições da sua faculdade de arte e ouvir, o seu vizinho do outro lado tocar violão. As músicas parecem não sair da sua cabeça, assim como o dono dessas melodias. Durante essas horas, ela consegue criar letras para essas canções, cantarolando.
 
Ridge está atualmente em um bloqueio de inspiração, ou como ele próprio diz, ainda não encontrou a sua "musa". A banda do seu irmão está precisando de novas músicas e aquela moça parece que possui a letra que completa suas criações, então, que mal pode ser em juntar esses talentos? Ele tem a melodia, ela a letra. Perfeito, não? Sydney não esperava escrever canções através de mensagem de celular, contudo, esperava muito menos de ser traída pela as suas costas. Magoada e solitária, tentada voltar para a  casa de seus pais que não aprovam a sua carreira, acaba indo morar com Ridge e seus amigos. Enquanto escrevem juntos, algo começa a se formar. Entretanto, reprimir essas reações pode ser a decisão correta?
 "People try to bottle up their emotions, as if it's somehow wrong to have natural reactions to life". 
 * As pessoas tentam reprimir suas emoções, como se fosse de algum modo errado ter reações naturais para a vida.
 
Posso dizer que é possível notar o amadurecimento da autora em relação do livro Métrica. E sim, Maybe Someday é um livro maravilhoso. Com uma estória que aborda traumas, deficiências, doenças e com diálogos e sacadas inteligentes, não tem como não admitir que Colleen está no seu caminho certo. Dividido entre a narração de Sydney e Ridgey, conseguimos ter uma ampla visualização dos sentiments de ambos. Eu até me incomodava de ler sobre o ponto de vistas de duas pessoas, entretanto, notei que é uma ótima escolha se o autor tornar o horizonte mais amplo e não repetitivo. Só posso dizer que Hoover criou personagens inspiradoradores. Ridge merece entrar para a história, pois ele toca incrivelmente, apoia seus amigos, tem um senso de humor infalível e tudo isso mesmo sendo...sem spoiler haha. Leiam para saber, está bem?
 
 
Enfim, recomendo para todos. Só tenho que ressaltar que as quatros pimentinhas é porque o final ficou um pouco aberto. Minha colega até sugeriu que poderia ter uma continuação, mas acho que talvez não seria uma boa coisa. Não que foi incompleto, só faltou algo, sabe?
 
Não sei se ele já possui previsão de lançamento aqui no Brasil, porém, se alguém ficar sabendo, me avisem. Quem sabe, eles publiquem rápido, algum dia. Talvez.

“There will never be a maybe someday.” 
 
É isso por enquanto, mas quero dizer que foi uma ideia genial da Colleen, em colocar os personagens para conversar através da mensagem, antecipando o grande BOOM. Por esse fato, pessoal, é melhor ler agora mesmo. Pronto, vou me controlar e não vou elogiar mais.

Vocês podem comprar o ebook aqui e o livro físico aqui.

O mais legal é que as músicas foram criadas especialmente para o livro e podemos conferir na internet (as músicas originais criadas para Maybe Someday pelo o músico Griffin Peterson pode ser acessado através do site listado no ebook e paperback).

Até mais!!!
 

26 comentários:

  1. Essa autora anda muito elogiada, o que só me da mais vontade de conhecer as obras dela.
    Fiquei curiosa em relação a esse livro, eu simplesmente amo livros que misturam muita música com romance, ainda mais quando temas mais sérios são abordados, como dizem que a autora costuma fazer.
    É uma pena que só tenha em inglês, porque meu conhecimento é o básico do básico mesmo, mas vou aguardar ansiosamente, e torcer pra que lance no Brasil.
    Amei a resenha.
    Beijos,
    Yasmin
    deitadosnagrama.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Talvez eles acabem publicando rápido, já que a autora está obtendo um retorno positivo.

      Excluir
  2. Parabéns pela resenha e pelo blog, gostei muito da forma que você traduziu.
    http://corujeando.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada :) Realmente fiquei em dúvida sobre a minha tradução porque as vezes é preciso fazer algumas adaptações.

      Excluir
  3. Li esse livro a pouco tempo e gostei dele, sua resenha está bem completa.
    Gostei daqui

    http://momentocrivelli.blogspot.com.br/2014/07/quotes-literarios_22.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que tenha gostado do livro o quanto gostei.

      Excluir
  4. adorei a resenha! Eu ainda não conhecia esse livro, e a história dele parece ótima! Conheço métrica mas ainda não tinha ouvido falar sobre esse novo livro da autora, contudo, ele parece bem envolvente!
    adorei o blog! estou seguindo!

    beijos!

    http://bettinablanco.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada por seguir. Você devia ler Um Caso Perdido, também é muito bom.

      Excluir
  5. Nossa,adorei esse blog!!!
    Esse tipo de livro é muito legal, eu gosto!! Pena que ainda não tenha no Brasil, pq em inglês, para mim, não rola..hahahaha
    Vou anotar o nome, caso lance algum dia...

    Beijos!!

    www.nataliacursii.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Muito bacana as músicas terem sido criadas especialmente para o livro ♥
    Beijos!

    Blog Sobre Makes e Balanças

    ResponderExcluir
  7. Amei demais, quero ler *U*

    Beijos,
    www.thalitamaia.com

    ResponderExcluir
  8. Amei o blog!

    Fiquei encantada pela resenha do livro! Adoro enredos assim! Parabéns pela resenha!

    www.caixademiss.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. A resenha e a tradução ficaram ótimas hehehehe bom, eu pelo menos achei :)
    quanto ao livro, finais "abertos", sem algo que possa nos surpreender , é desanimador mesmo. Quando leio livros assim, me dá a impressão de que o autor "desanimou", porque iniciou e desenvolveu muito bem, mas finalizou faltando algo rsrsrs
    Beijinhoooos!

    http://vivasincera.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O final apenas ficou vago, sabe. Como se toda a ação do livro não terminasse, porém, com um desfecho direito.

      Excluir
  10. Sou apaixonada na Colleen desde que li Métrica, e me apaixonei ainda mais com um caso perdido. Quero muito ler outros livros dela, e com certeza vou procurar Maybe Someday para colocar no meu Kindle.

    http://www.laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Faça isso mesmo. Devo até dizer que gostei mais de Maybe, apesar de todos serem ótimos. Obrigada pelo o comentário :)

      Excluir
  11. Gostei muito da forma como fez a resenha e omg, quero muito ler.
    Esse livro me parece bom pelo fato que as frases parecem tocar bem profundamente kk *-*
    Ouço muito as pessoas falarem sobre essa autora, mas quase nunca acho ela aqui na livraria, somente por encomenda kkk
    É uma droga cidade pequena!
    Essa sinopse me fez ficar colorida kkk amei ela *-*
    Amo histórias do tipo: minha vida é perfeita e do nada ela fode de vez
    kkkkkk
    Acho que irei procurar <3
    Obrigada *-*
    O post está muito bom!
    Beijos

    http://umagarotanadaencantada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada você :) Também fico com muita raiva quando não acho um livro que quero muito comprar rss

      Excluir
  12. Adorei tanto o livro quanto sua resenha! Queria muito esse livro, sério, gostei mesmo... o foda para mim é que não sei nadica de inglês haha

    Será que haverá versão em português? Não tinha ouvido falar dessa autora, mas conheci essa categoria de livros quando li "belo desastre" e achei muito mais interessante, até porque narrativas colegiais já não fazem mais parte da minha realidade.

    beeeeijo
    www.luisarossi.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sei se vão publicar aqui no Brasil, mas a autora está recebendo muitos elogios, então... Obrigada pelo o comentário :)

      Excluir

Deseja comentar? Fico muito feliz.
- Compartilhe a sua opinião com responsabilidade.
- Se seguir o blog, avise nos comentários para eu seguir de volta.
- Deixe o link do seu blog no final.
- Não vale fazer propaganda sem comentar o post antes.
Obrigada pelo o comentário :)