quarta-feira, 22 de julho de 2015

Resenha: Para Todos Os Garotos Que Já Amei, Jenny Han

Lara Jean guarda suas cartas de amor em uma caixa azul-petróleo que ganhou da mãe. Não são cartas que ela recebeu de alguém, mas que ela mesma escreveu. Uma para cada garoto que amou — cinco ao todo. São cartas sinceras, sem joguinhos nem fingimentos, repletas de coisas que Lara Jean não diria a ninguém, confissões de seus sentimentos mais profundos.
Até que um dia essas cartas secretas são misteriosamente enviadas aos destinatários, e de uma hora para outra a vida amorosa de Lara Jean sai do papel e se transforma em algo que ela não pode mais controlar

Autor: Jenny Han
Editora: Intrínseca
Nota: 5/5





Eu tenho que ser sincera e admitir que eu virei fã da Jenny Han deois que li "O Verão Que Mudou A Minha Vida", e desde que eu fiquei sabendo do lançamento de "Para Todos Os Garotos Que Já Amei" pela a editora Intrínseca eu fiquei super animada. Sem falar que a editora Intrínseca apenas faz ótimas publicações, então, já é possível notar toda essa animação. Ok, chega de enrolação e vamos para a resenha.

"Não são cartas de amor no sentido mais estrito da palavra. Minhas cartas são de quando não quero mais estar apaixonada. São cartas de despedida. Porque, depois que escrevo, aquele amor ardente para de me consumir."

Lara Jean gosta guardar e colecionar coisas importantes em uma caixa de chapéu. Porém, uma dessas coisas são nada mais e nada menos que cartas de amor que ela escreve para os garotos que já amou. Na verdade são cartas para garotos que ela nutriu algum sentimento, mas que nunca contou para ninguém, afinal de contas ela nem tinha namorado alguém em sua vida toda. O que Lara Jean não esperava, era que essas cartas fossem enviadas para os seus destinatários. E aí que a confusão começa,

Para o começo de tudo, sua irmã mais velha, Margot, tem terminado com o namorado dela, Josh, para fazer faculdade na Escócia. O pior é que todos gostam do Josh, inclusive a irmã mais nova de nove anos. Lara também nutriu um sentimento por esse garoto, mas desde que sua irmã começou a namorar com ele, ela escreveu uma carta e encerrou esse sentimento de uma vez por toda.  

Quando as cartas são enviadas, Josh fica sabendo da antiga secreta paixão da Lara jean por ele. O que a garota não poderia esperar, era que ex o namorado da irmã dela, também nutriu um sentimento. Para sair dessa confusão embaraçosa, Jean, resolve fingir que é namorado de Peter, um garoto da sua escola, cujo, tinha recebido a carta também. No meio dessa situação, fica a pergunta: é possível se apaixonar ao mesmo tempo pela a mesma pessoa? E o que é realmente amor e o que não é? Bem, as cartas não tem essa resposta.

"O amor é assustador; ele se transforma; ele murcha. Faz parte do risco. Não quero mais ter medo. Quero ser corajosa como Margot."

Pessoal, ao ler esse livro, eu realmente percebi o quanto são bons os livros da jenny Han. Não são história que vão mudar a vida de ninguém, tenho que admitir, mas são livros leves, divertidos e com um gostinho de quero mais. Quando você está lendo os livros dela, você volta a adolescência (só tenho dezoito anos e falo como se eu tivesse bem mais. Já se viu uma coisa dessa?) e o melhor, para intrigas e acontecimentos que na maioria das vezes não temos a oportunidade de passar (ou a sorte de não passar, não é?). Os livros de Jenny Han são um alívio e um verdadeiro "escape" depois de uma leitura pesada.

Os personagens de "Para Todos Os Garotos Que Já Amei" são incríveis e cada um tem a sua própria personalidade. Torci pelo o Josh, o garoto dos olhos verdes. Achei super inteligente, engraçada e diga-se de passagem, muito sarcástica, a irmã mais nova de Lara jean e claro, odiei no começo o Peter, mas é impossível não cair pelo o encanto dele ao longo do livro. Então, a resposta é mil vezes "sim". Sim, eu recomendo essa história. Só não vai para os favoritos porque a série Verão tem o primeiro lugar no meu coração. 

Estou em dúvida se eu leio a continuação em Inglês ou se espero o lançamento do segundo livro em Português. Deixe nos comentários o que você acha que eu devo fazer.

Até mais, pessoal.

P.S. Essa capa é simplesmente e lindamente-vintage.

8 comentários:

  1. Oie, conheci esse livro na turnê da intrínseca e fiquei bem curiosa e confesso que tinha esquecido . Você elogiou tanto que conseguiu me cativar e colocar ele na frente de outros livros hahah. Lê a continuação em inglês hahah.

    Beijos
    http://sushibaiano.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, que bom que minha resenha fez você ficar cativada em relação ao livro. Vou ler sim, obrigada pelo o comentário :)

      Excluir
  2. Garota fácil de ser apaixonar rsrs

    www.semsorte.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sei, não é? 5 garotos...mas, ainda bem que ela faz uma explicação sobre isso ao longo do livro.

      Excluir
  3. Eu AMEEEEI esse livro. A personagem é doidinha, corajosa e muito fácil de se identificar.

    Beijos,
    http://www.gemeasescritoras.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso é bem óbvio nas mocinhas da Jenny Han :)

      Excluir
  4. Esse livro está na minha listinha, pois já tinha ficado curiosa com a sinopse e ver sua resenha me deixou com mais vontade der ler agora rsrs
    Abraços Mika
    Pensamentos Viajantes

    ResponderExcluir

Deseja comentar? Fico muito feliz.
- Compartilhe a sua opinião com responsabilidade.
- Se seguir o blog, avise nos comentários para eu seguir de volta.
- Deixe o link do seu blog no final.
- Não vale fazer propaganda sem comentar o post antes.
Obrigada pelo o comentário :)